Usina Nuclear Angra 1 entra em escala de emergência após incidente elétrico; situação foi normalizada


Unidade está desligada para reabastecimento desde o fim de outubro. Eletronuclear afirmou que não houve risco radiológico para os trabalhadores e ao meio ambiente. Angra 1 em parada programada
Alex Mafort/TV Rio Sul
A Usina Nuclear Angra 1 sofreu um incidente elétrico durante a manhã desta quarta-feira (22), o que levou a unidade a entrar em estado de “Evento Não Usual” — o primeiro da escala de emergência da Central Nuclear.
De acordo com a Eletronuclear, o incidente foi resolvido cerca de três horas após os operadores da sala de controle perceberem uma falha na alimentação elétrica.
A Comissão Nacional de Energia Nuclear afirmou que a falha foi registrada em uma das barras de segurança da usina, resultando na perda de alimentação na bomba de resfriamento na Piscina de Combustível Usado.
Segundo a Eletronuclear, o incidente não representou nenhum risco radiológico para os trabalhadores e ao meio ambiente.
“A usina se encontra em situação segura e os trabalhos da parada de reabastecimento prosseguem normalmente”, disse a companhia.
Um relatório sobre o incidente deve ser produzido em um prazo de até 30 dias com mais detalhes sobre o caso. O documento será encaminhado à Comissão Nacional de Energia Nuclear.
Atualmente, a Angra 1 está desligada para abastecimento de combustível. Desde o fim de outubro, a usina não está gerando energia.
A parada para desligamento já estava programada e deve durar 50 dias. Neste período, a unidade também vai passar por inspeções e manutenção.
VÍDEOS: mais assistidos do g1
Adicionar aos favoritos o Link permanente.