Reportagens do Grupo ND conquistam 2° e 3° lugar no Prêmio Fiesc de Jornalismo 2023

reportagens-do-grupo-nd-conquistam-2°-e-3°-lugar-no-premio-fiesc-de-jornalismo-2023

Jornalistas do Grupo ND conquistaram o segundo e terceiro lugar no Prêmio Fiesc de Jornalismo nas categorias Vídeo e Texto, respectivamente. A divulgação dos vencedores nas categorias Áudio, Texto e Vídeo foi revelada na noite de ontem, na sede da Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina), em Florianópolis.

Jornalistas do Grupo ND conquistam o Prêmio Fiesc de Jornalismo – Foto: José Somensi/Divulgação/ND

O Prêmio Fiesc é um dos mais tradicionais reconhecimentos à imprensa em Santa Catarina, e distribuiu R$ 117 mil, divididos entre os três trabalhos finalistas, sendo R$ 20 mil para a classificação ouro; R$ 11 mil para classificação prata, e R$ 8 mil, na classificação bronze.

Profissionais de Caçador, Florianópolis, Joinville e São Miguel do Oeste estiveram entre os vencedores da premiação. Os autores dos nove trabalhos foram selecionados pela comissão julgadora entre 98 reportagens inscritas.

“É um momento para reconhecer o belíssimo trabalho que a imprensa catarinense faz dentro da sociedade e informando o que acontece no mundo econômico e social no Estado. A Fiesc se sente honrada em premiar esses profissionais que mostram os trabalhos que a indústria catarinense desenvolve no Estado”, destaca o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar.

Premiação

Na categoria texto, Paulo Rolemberg, Leonardo Munhoz, Felipe Alves e Gil Jesus, do Jornal ND, de Florianópolis, conquistaram o terceiro lugar, classificação bronze, com a reportagem: “Desafios e oportunidades no mercado de trabalho inclusivo”.

“Trouxemos a inclusão na indústria, acabando com essa ideia de que as pessoas com deficiência são incapazes de trabalhar na indústria, de trabalhar em qualquer lugar”, diz Rolemberg, apontando que, além do conteúdo trabalhado, a equipe buscou a inclusão com descrição de imagens.

Já na categoria vídeo, Luan Vosnhak, Marinês Barboza, Sirlanderson Silva e Andreza Oliveira, da NDTV – Record TV, de Florianópolis, levaram o segundo lugar, classificação prata, com a Reportagem: “ESG na indústria: onde desafios se tornam oportunidades”.

“Estamos falando de um dos maiores prêmios concedidos pela imprensa catarinense. A Fiesc tem uma importância fundamental para o desenvolvimento do Estado, e cabe a nós jornalistas buscarmos esses temas relevantes e mostrá-los para a sociedade”, frisa Vosnhak.

Para o diretor de conteúdo do Grupo ND, Luís Meneghim, a premiação da Fiesc é sempre uma referência e dá a oportunidade de revelar talentos.

“Felizmente, no Grupo ND, temos duas áreas premiadas. Para nós, é motivo de muito orgulho estarmos aqui juntos com outros grandes profissionais que dividem o palco do prêmio”, relata.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.