Quase 200 imóveis têm algum tipo de risco no centro de Vitória


São marquises com rachaduras, faixadas caindo aos pedaços e até com plantas crescendo. Mapeamento foi feito pela prefeitura. Imóveis do centro de Vitória apresentam risco, segundo prefeitura
Reprodução/ TV Gazeta
Um mapeamento feito pela prefeitura identificou 199 imóveis do centro de Vitória que apresentam algum tipo de risco para a população. São marquises com rachaduras, faixadas caindo aos pedaços e até com plantas crescendo.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Desses 199, 56 apresentam risco alto ou médio. A Prefeitura de Vitória disse que já notificou os donos desses prédios.
“Desse número de alto e médio risco, 34 já cumpriram as providências. Os demais estão em fase de prorrogação de prazos para conseguir recursos e os demais estão em processo de multa”, explicou o secretário de Cidades e Habitação de Vitória, Luciano Forrechi.
📲 Clique aqui para seguir o canal do g1 ES no WhatsApp
No último dia 14, o reboco de um prédio caiu e quase atingiu uma pessoa que passava pela rua Duque de Caxias, próximo à praça Costa Pereira. Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que o homem se assustou e correu paro meio da rua (veja abaixo).
Reboco de prédio quase atinge homem no Centro de Vitória
Após o incidente, o dono do imóvel colocou uma tela de proteção e retirou parte de uma planta e das raízes que cresciam na sacada. Segundo a Prefeitura de Vitória, ele se prontificou a reformar a faixada do prédio.
Quem mora no bairro diz que passou a andar com mais atenção por causa desses riscos.
“Costumo prestar bastante atenção, principalmente nos prédios mais antigos. Se eu vejo que tem uma rachadura, eu não passo mais embaixo e atravesso a rua”, disse Carlos Eduardo, design de interiores.
Centro de Vitória tem quase 200 imóveis com algum tipo de risco
Reprodução/ TV Gazeta
O Conselho Regional de Engenharia, que faz um trabalho de fiscalização com base em denúncias e em ações em obras, afirma que tem monitorado cerca de 50 imóveis no centro de Vitória.
“Temos aqui imóveis muito antigos, centenários, com valor histórico e cultural. Temos condição de chamar as parte interessadas pra promver um plano de ações para que a gente possa atuar em todo o centro de Vitória”, reforçou o assessor de Engenharia do Crea, Erivelto Diogo.
VÍDEOS: tudo sobre o Espírito Santo
Veja o plantão de últimas notícias do g1 Espírito Santo
Adicionar aos favoritos o Link permanente.