Preso suspeito de balear mãe e filho na Bahia após confusão por causa de xixi; uma das vítimas morreu


Prisão de Hugo Déivid Sirino dos Santos, de 26 anos, ocorreu nesta quarta-feira (22), em Ilhéus, no sul do estado. Preso suspeito de balear mãe e filho na Bahia após confusão por causa de xixi
Reprodução/TV Bahia
O suspeito de balear mãe e filho após uma confusão por causa de xixi foi preso nesta quarta-feira (22), em Ilhéus, no sul da Bahia. Segundo a Polícia Civil, a prisão preventiva de Hugo Déivid Sirino dos Santos, de 26 anos, foi realizada com base em um mandado expedido pela Justiça.
📱 NOTÍCIAS: Faça parte do canal do g1 Bahia no WhatsApp
Durante a prisão, foram apreendidos uma pistola e munições, além de diversos aparelhos de celular e notebooks. A reportagem da TV Santa Cruz, afiliada da TV Bahia na região, tentou contato com o advogado do preso, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.
O crime aconteceu em dezembro do ano passado, depois que um homem fez xixi em frente à casa das vítimas. Na época, a Polícia Civil detalhou que dois homens estavam em um bar e deixaram o estabelecimento para urinar em frente ao imóvel das vítimas.
O jovem de 18 anos, identificado como Breno Fontes, antes de ser ferido, estava sentado com um amigo no local, presenciou a ação e reclamou da atitude da dupla. Diante disso, uma discussão foi iniciada.
LEIA TAMBÉM
‘Ela entrou na frente por ele’, diz filha de mulher baleada na BA após confusão por causa de homem que fez xixi em frente à residência
Morre jovem baleado após confusão por causa de homem que fez xixi em frente à casa na Bahia; mãe teve alta médica
Breno Fontes, de 18 anos
Reprodução/TV Santa Cruz
Um terceiro homem, que também estava no bar e viu a briga, decidiu ir a um carro, pegou uma arma e atirou no pescoço de Breno. A mãe dele, identificada como Michelle Fontes, de 42 anos, tentou defender o filho ao ver a situação, mas foi baleada. Ela foi atingida no braço e no abdômen.
Mãe e filho foram socorridos para o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. Os dois ficaram internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
A mãe do jovem passou por duas cirurgias e teve alta antes do Natal. Já Breno, seguiu internado até o dia que morreu. O corpo do jovem foi sepultado no Cemitério São João Batista, em Ilhéus.
A polícia não detalhou se o suspeito de efetuar os disparos contra mãe e filho era amigo da dupla que foi fazer xixi em frente à casa das vítimas.
O suspeito já havia se apresentado à polícia na época do crime, alegou legítima defesa e foi liberado, porque não houve flagrante. No entanto, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) e tornou Hugo Déivid réu pela morte de Breno. Ele também vai responder por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.
Veja mais notícias do estado no g1 Bahia.
Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻
Adicionar aos favoritos o Link permanente.