Operação contra falsos advogados prende 12 suspeitos no Ceará e outros dois estados


Segundo a polícia, são cumpridos ainda 63 mandados de busca e apreensão. Operação contra falsos advogados prende 12 suspeitos no Ceará e outros dois estados
Polícia Civil/ Reprodução
A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (22), 12 pessoas suspeitas de participarem de uma organização criminosa que criava falsos escritórios de advocacia para aplicar golpes em diversos estados do Brasil.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
São cumpridos, 20 mandados de prisão e outros 63 mandados de busca e apreensão. A “Lobo em pele de cordeiro” aconteceu em Maracanaú, Pacatuba e Fortaleza, no Ceará; em Guarulhos, São Paulo; e em Curitiba, no Paraná.
De acordo com as investigações, o grupo tinha como alvo principal, vítimas do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.
Investigação realizada pelas policiais civis do Ceará e do Paraná resultou na operação policial, que teve como objetivo o combate aos crimes de estelionato para cumprir 83 ordens judiciais contra a organização criminosa.
Golpe por aplicativos de mensagem
Conforme a investigação, os criminosos consultavam informações reais de processos jurídicos e entravam em contato com as pessoas envolvidas nos casos para aplicar os golpes. Por meio de aplicativos de mensagens como o WhatsApp, eles cobravam dinheiro às vítimas para pagar pelo andamento dos processos.
Os suspeitos criavam também registros falsos no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).
Ação conta com a participação de mais de 200 policiais civis da PC-CE e acontece na Capital e na Região Metropolitana de Fortaleza.
Assista aos vídeos mais vistos do Ceará:
Adicionar aos favoritos o Link permanente.