“Oeste nos Trilhos”: infraestrutura requer mobilização

“oeste-nos-trilhos”:-infraestrutura-requer-mobilizacao

Os principais líderes empresariais ligados ao agronegócio e o prefeito de Chapecó,  João Rodrigues, tem posição consensual sobre o futuro da economia catarinense. Se a Ferrovia do Oeste não atingir Chapecó, há riscos reais de transferência de grandes grupos frigoríficos e agroindustriais do oeste catarinense para o centro-oeste do Brasil.

Tema recorrente nos eventos sobre os problemas da economia que se avolumou nos últimos anos diz respeito exatamente às carências de infraestrutura rodoviária e ferroviária.

O dilema foi debatido com dados incontestáveis durante o lançamento da campanha “Oeste nos Trilhos”, a nova mobilização de todas as plataformas e profissionais do grupo ND em Santa Catarina.

Campanha “Oeste nos Trilhos” é lançada com um caderno especial do jornal ND – Foto: Michel Kuntze/ND

O tema da campanha é sugestivo. Tanto remete para a urgência na implantação da Ferrovia do Oeste até Chapecó para garantir o suprimento de milho e ração essenciais à criação de aves e suínos, como indica que o inadiável sistema ferroviário vai manter e desenvolver um dos pilares de sustentação do desenvolvimento do oeste e de Santa Catarina.

Para viabilizar a produção de 900 milhões de aves e 15 milhões de suínos por ano, o Estado precisa de 6,5 milhões de toneladas de milho. Como só produz 2 milhões de toneladas, vem importando do centro-oeste, do Paraguai e da Argentina os quase 5 milhões de toneladas. Tudo por rodovias, quase sempre em condições precárias de tráfego.

Além das distâncias que elevam os custos de transporte, há riscos diários das milhares de carretas que vivem viajando do Mato Grosso do Sul para municípios do grande oeste.

O maior centro produtor de proteínas do mundo enfrenta outro gravíssimo desafio: o escoamento da produção para o mercado interno e para exportações é feito por estradas precárias, sem duplicação e perigosas.

Assim, é fundamental colocar o “Oeste nos Trilhos”.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.