Mulher é ferida com faca e tem corpo queimado em ‘briga agendada’ por aplicativo de mensagens em MG


Caso aconteceu em Palmeiral, distrito de Botelhos (MG). Briga foi entre quatro jovens, duas delas são menores de idade. Motivação do crime será investigada. Uma mulher de 21 anos ficou ferida após ser atingida com uma faca e ter o corpo queimado durante confusão entre mais três jovens, em Palmeiral, distrito de Botelhos (MG), nesta quinta-feira (23). Segundo o boletim de ocorrência, a briga teria sido “marcada com antecedência” por meio de um aplicativo de mensagens. A motivação será investigada.
📲 Participe do canal do g1 Sul de Minas no WhatsApp
Mulher tem corpo queimado após briga em Praça de Palmeiral, MG
Marcos Corrêa
A ocorrência aconteceu na Praça Padre Oblatos, por volta de 18h45. A confusão teria começado após a chegada de duas amigas, de 20 e 21 anos, onde já eram aguardadas por duas adolescentes de 17 anos. Segundo o B.O, uma das adolescentes portava uma faca e, a outra, uma garrafa com gasolina.
Conforme o registro, as envolvidas relataram que a primeira agressão teria partido da mulher de 20 anos contra uma das menores.
Durante a briga, a vítima de 21 anos teria tentado tirar a faca das mãos da adolescente e teve o rosto ferido. Em seguida, a outra adolescente, que estava com a garrafa, jogou gasolina e acendeu o isqueiro no corpo dela.
Mulher é ferida com faca e tem corpo queimado em ‘briga agendada’ por aplicativo de mensagens em Palmeiral, distrito de Botelhos, MG
Marcos Corrêa
Após incendiar a mulher, as duas menores fugiram do local, mas foram encontradas em suas casas. Em depoimento, conforme o B.O, elas teriam confirmado que a briga foi combinada por aplicativo de mensagens e disseram ainda que na fuga, perderam a garrafa e a faca.
Já as maiores de idade foram socorridas por terceiros, que chamaram a ambulância do hospital São José, em Botelhos. A vítima foi hospitalizada e segue em observação nesta sexta-feira (24).
A mulher de 20 anos e as menores, acompanhadas de suas mães, foram encaminhadas à delegacia. A Polícia Civil investigará o caso.
Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas
Adicionar aos favoritos o Link permanente.