MP pede que acusado de matar homem a facadas em Blumenau seja julgado pelo Tribunal do Júri

mp-pede-que-acusado-de-matar-homem-a-facadas-em-blumenau-seja-julgado-pelo-tribunal-do-juri

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) apresentou à Justiça uma denúncia contra o acusado de matar um homem a facadas em Blumenau, no Vale do Itajaí. O crime aconteceu no dia 3 de novembro deste ano, na frente de um supermercado no bairro Victor Konder.

Acusado de matar homem a facadas em Blumenau pode enfrentar o Tribunal do Júri

‘Paçoca’ teria motivado homem a matar morador de rua em Blumenau – Foto: Portal Alexandre José/Reprodução/ND

A denúncia foi aceita nesta segunda-feira (20) pelo juízo da 1ª Vara Criminal da comarca de Blumenau. Conforme o Tribunal de Justiça, o processo tramita sob sigilo.

A ação ocorre após o laudo cadavérico da vítima ser divulgado pela Polícia Civil. De acordo com o delegado Bruno Fernando, o homem morreu ao sofrer um choque hemorrágico após ser esfaqueado diversas vezes.

“Foram contabilizadas 19 perfurações, sendo 17 no abdômen e nas costas e mais duas na região da cabeça”, pontuou o delegado.

O MPSC pede que o acusado seja submetido ao Tribunal do Júri pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil, com recurso que dificultou a defesa da vítima.

Homem foi morto após discussão com acusado

A vítima das facadas, Giovane Ferreira da Silva de Oliveira, de 29 anos, era pessoa em situação de rua e estava vendendo paçocas em frente ao supermercado antes de ser morto.

Conforme informações da Polícia Civil, a partir de imagens de câmeras de segurança e depoimentos de testemunhas, o autor e a vítima se encontraram em dois momentos distintos na tarde do crime.

As testemunhas relataram que Giovani teria oferecido uma paçoca à filha do acusado, que não gostou da oferta e passou a discutir com o vendedor.

A vítima teria contado às testemunhas antes do crime que houve xingamentos e ameaças recíprocas e que o homem havia prometido retornar, seguindo em direção a sua casa.

Câmeras flagraram o acusado entrando no prédio em que morava e logo em seguida saindo carregando um carrinho de compras, contendo no bolso externo a faca utilizada no crime.

Ele se dirigiu novamente até o supermercado e desferiu diversas facadas contra a vítima, que morreu logo em seguida.

 

 

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.