Moradores ficam intrigados com morte de homem que teve corpo devorado por jacaré


Testemunhas viram o corpo boiando no Rio Araguaia. Logo depois, ele foi comido pelo animal. Cabeça de homem é achada após vítima ter corpo devorado por jacaré, diz bombeiro
Após um participante de um grupo de Whatsapp do distrito de Luiz Alves compartilhar um vídeo que mostra o corpo de um homem boiando próximo da região, no Rio Araguaia, moradores ficaram assustados, principalmente ao saberem que, instantes depois, o corpo foi devorado por um jacaré (veja o vídeo acima).
O caso aconteceu em São Miguel do Araguaia, no noroeste goiano, na tarde do último domingo (26). Moradores e comerciantes ficaram intrigados com a morte, que ainda não foi esclarecida pela polícia.
“Fiquei muito assustado. É muito difícil uma coisa dessas acontecer aqui. A reação da minha esposa também foi de muito susto”, disse um morador, que preferiu não se identificar.
“Foi horrível, nunca vi algo parecido aqui”, relatou uma funcionária de uma pousada no povoado, que também não quis ter o nome divulgado.
Comerciantes temem que o caso atrapalhe o turismo na região, visitada principalmente por pescadores e famílias que passam pelo rio.
“O pessoal do povoado soube do corpo de um homem que estava boiando e que depois foi atacado pelo jacaré. Mas o que os turistas ficaram sabendo foi apenas que um jacaré estava matando gente na nossa região. Temos medo da forma como o povo de fora recebeu essas informações, porque pode atrapalhar a economia aqui”, disse uma liderança na região.
Cabeça é resgatada no Rio Araguaia após vítima ter corpo comido por jacaré
Reprodução/Redes Sociais
Relembre
Um corpo de um homem, que ainda não foi identificado, foi encontrado boiando no Rio Araguaia. Momentos antes das equipes da Polícia Militar e dos bombeiros chegarem ao local, o corpo foi devorado por um jacaré, restando somente a cabeça.
As polícias Civil e a Científica e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados. As autoridades já têm uma suspeita de quem seja a vítima, mas aguardam os exames cadavéricos para confirmar a identidade.
O corpo foi encontrado a cerca de 6 km do distrito de Luiz Alves, próximo a uma pousada.
O tenente do Corpo de Bombeiros Maycon Lacerda disse que a equipe foi acionada às 15h30 e que chegou ao local às 16h45. Segundo ele, o jacaré estava cerca de 4 metros próximo da cabeça.
“Foi possível localizar apenas a cabeça, que estava também com sinais de mordidas”, disse o tenente Lacerda.
O delegado responsável pelo caso, Thales Feitosa, afirmou que a suspeita é que o homem foi vítima de afogamento, pois não havia indícios de marcas de homicídio nos restos mortais analisados.
Os elementos que a gente levantou aqui apresentavam sinais de afogamento, o que infelizmente é muito comum na região. […] Não há indícios de que houve morte violenta, nem homicídio, descarte do corpo, nem nada nesse sentido no momento”, explicou o delegado.
À reportagem, a Polícia Científica informou que as amostras dos fragmentos do corpo foram encaminhadas para o Instituto de Criminalística e estão sendo realizados exames de DNA para que seja confirmada a identidade.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.