Marinha do Brasil pede apoio ao Uruguai em buscas por barco desaparecido que saiu de SC

marinha-do-brasil-pede-apoio-ao-uruguai-em-buscas-por-barco-desaparecido-que-saiu-de-sc

Continuam as buscas pelo barco de pesca Manuela Simão, desaparecido desde o dia 4 de novembro após sair de Itajaí, no Litoral Norte de SC, rumo ao Rio Grande do Sul. Em nota emitida nesta terça-feira (21), a Marinha do Brasil informou que solicitou apoio ao Uruguai para localizar a embarcação.

Barco de pesca está desaparecido com 6 tripulantes

Barco de pesca partiu de Itajaí para o Rio Grande do Sul ainda em outubro- Foto: Reprodução/ND

Ainda de acordo com a nota da Marinha, o barco saiu no dia 18 de outubro para realizar um período de pesca na região sul do país, com previsão de retorno para o dia 11 de novembro.

O Serviço de Busca e Salvamento (Salvamar Sul) do Com5oDN tomou conhecimento do desaparecimento da embarcação um dia depois da data prevista de retorno, no dia 12 de novembro, e iniciou as buscas imediatamente.

A última posição conhecida da embarcação foi na área das proximidades do Chuí (RS). O último sinal foi enviado pela embarcação foi no dia 4 de novembro.

A Marinha está realizando varredura no mar pelo Navio- Patrulha Babitonga, em uma área que abrange o litoral do Rio Grande do Sul, da fronteira marítima com o Uruguai, até Itajaí, e emitindo um alerta a todas as embarcações navegando próximas a área para que auxiliem nas buscas por possíveis sobreviventes.

Além disso, foram realizadas buscas aéreas pela Aviação Naval Uruguaia com a aeronave B- 200T (A-871) em área delimitada pelo Salvamar Sul. O Com5oDN também solicitou ao Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Uruguai o apoio nas buscas com emprego de aeronave em outra área delimitada pela Marinha do Brasil.

“A Marinha mantém esforços contínuos nas buscas da embarcação e dos desaparecidos e incentiva a participação da comunidade, que pode ser realizada pelo telefone 185, número para emergências náuticas e pedidos de auxílio”, finaliza a nota.

Relembre caso de barco desaparecido

O barco pesqueiro de Itajaí está desaparecido em alto mar desde o último dia 4 de novembro, quando foi enviado o último sinal pela embarcação Manuela Simão. Os 6 tripulantes são considerados desaparecidos.

A embarcação partiu de Itajaí e seguia rumo ao Rio Grande do Sul. São seis tripulantes, entre eles, o mestre da embarcação que é o próprio dono do barco. Entre os desaparecidos estão:

  • Madson Orlando Simão (mestre)
  • João Maricelo Matos Santana
  • Rafael Matos Santana
  • Elizandro Rodrigues Silveira
  • Arildo Honorato
  • Edmar Marcelino Ribeiro

Por meio de nota, o Sindipi (Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região), confirmou que a embarcação é associada ao sindicato, assim como o armador, que também é mestre do barco e estava a bordo. “O Sindipi torce e espera que as buscas tenham êxito e que toda a tripulação e a embarcação retornem a salvo a um porto seguro”, traz a nota.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.