Manaus tem 4 facções criminosas em disputa, aponta estudo


Estudo também apontou que dos 62 municípios do Amazonas, 27 têm presença de facções criminosas, inclusive de outros países. Foto mostra operação que investigou mortes cometidas por traficantes na Zona Leste de Manaus
Divulgação
Manaus tem quatro facções criminosas em disputa. É o que diz o estudo “Cartografias da violência na Amazônia”, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quinta-feira (30).
O estudo também apontou que dos 62 municípios do Amazonas, 27 têm a presença de facções criminosas, incluindo de outros países.
Em toda a Amazônia Legal, formada pelo Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e por parte do Maranhão, 22 facções criminosas nacionais e estrangeiras estão em atividade. A presença de grupos criminosos impacta na violência e no tráfico de drogas na região.
De acordo com o estudo, as facções Comando Vermelho (CV), Primeiro Comando da Capital (PCC), Família Do Norte (FDN) e Cartel Do Norte (CDN) disputam o controle em Manaus.
Operação contra tráfico de drogas é deflagrada no município de Manacapuru, no AM
SSP/Divulgação
Amazonas
O estudo mapeou a presença de facções em todos os municípios do Amazonas. De acordo o levantamento, em 21 cidades, há disputa entre facções. Em outras seis, há uma facção dominante.
Cidades da Região Metropolitana de Manaus (RMM) e municípios na divisa com outros estados e na fronteira com outros países estão na lista dos que registram disputa entre facções.
Em disputa
Nhamundá (CV e PCC)
Urucará (CV e PCC)
Itacoatiara (CV, PCC e RDA)
Rio Preto da Eva (CV e PCC)
Manaus (CV, PCC, FDN e CDN)
Manacapuru (CV e FDN)
Manicoré (CV e PCC)
Canutama (CV e PCC)
Lábrea (CV e PCC)
Boca do Acre (CV e PCC)
Atalaia do Norte (CV, PCC e Os Crias)
Amaturá (CV e PCC)
Santo Antônio do Içá (CV e PCC)
Tabatinga (CV, PCC, CDN e Os Crias)
Tonantins (CV e PCC)
Japurá (CV, EMC e EX-Farc Carolina Ramirez)
São Gabriel da Cachoeira (CV, PCC, ELN – Ex- Farc Acácio Ramirez)
Barcelos (CV, PCC e Os Crias)
Codajás (PCC e Piratas dos Solimões)
Coari (PCC e Piratas dos Solimões)
Tefé (PCC e Piratas dos Solimões)
Controlada
Iranduba (CV)
Ipixuna (CV)
Guajará (CV)
Benjamin Constant (CV)
São Paulo de Olivença (CV)
Jutaí (CV)
Amazônia Legal
Ao menos 22 facções criminosas nacionais e estrangeiras atuam na Amazônia Legal, área formada por nove estados brasileiros: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e por parte do Maranhão.
O levantamento mapeou a presença de facções em 178 das 772 cidades da Amazônia Legal (24,6%), quase um a cada quatro municípios. Em 80 delas, há disputa entre facções.

Vídeos mais assistidos do Amazonas

Adicionar aos favoritos o Link permanente.