Imposto de Renda: mais de 24 mil contribuintes do Paraná estão no lote residual que pagará R$ 48 milhões no estado


Dinheiro estará disponível na conta bancária indicada no momento da declaração do Imposto de Renda em 30 de novembro. Veja se você tem dinheiro a receber. Imposto de Renda 2023: prazo para declaração foi de 15 de março a 31 de maio.
Marcos Serra/ g1
Mais de 24 mil contribuintes do Paraná estão no lote residual do Imposto de Renda 2023, que será liberado para consulta às 10h desta quinta-feira (23). Serão injetados na economia do estado R$ 48,5 milhões.
✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp
✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram
Em todo o Brasil, 358.737 contribuintes estão neste lote residual e, portanto, têm direto à restituição. O montante a ser pago pela Receita Federal é de R$ 524.811.239,34.
No Paraná, Curitiba é a cidade com o maior número de contribuintes beneficiados – 9.531. Serão pagos R$ 24 milhões. Em seguida, estão as cidades de Londrina e Cascavel. Veja a tabela abaixo.
O dinheiro estará disponível na conta bancária indicada pelo contribuinte em 30 de novembro.
Imposto de Renda 2023: lote residual
Leia também
Investigação: Operação mira falsos advogados que aplicavam golpes no Paraná e outros estados
Jogo do Tigrinho: Veja quem são os influenciadores de Curitiba e região investigados por golpes
VÍDEO: PM e pai de jovem denunciado por racismo dá voz de prisão para mãe de aluna que fez acusação
Como saber se tenho algum valor a receber?
Para saber se a restituição está disponível, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet e clicar na opção “Meu Imposto de Renda”. Em seguida, basta clicar em “Consultar a Restituição”.
“A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC”, afirmou o Fisco em nota.
Caso identifique alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que estejam equivocadas.
A Receita Federal ainda lembrou que disponibiliza um aplicativo para tablets e smartphones que permite consultar diretamente nas bases do Fisco informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.
Como vou receber a restituição?
O pagamento da restituição é realizado na conta bancária informada pelo contribuinte na declaração de Imposto de Renda, de forma direta ou por indicação de chave PIX.
Vale lembrar que a conta precisa estar no nome do declarante, admitidas as exceções no caso de contribuinte falecido, menor de idade, incapaz ou com saída definitiva do país.
Veja como fazer a consulta
Malha fina
Entenda as mudanças na dedução do imposto de renda
Em setembro, a Receita Federal informou que 1.366.778 de contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda 2023, ano-base 2022.
Principais motivos que levaram os contribuintes à malha fina
58,1% – Deduções da base de cálculo, sendo as despesas médicas o principal motivo de retenção (42,3% do total de motivos de retenção).
27,6 % – Omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual de titulares e dependentes declarados.
10% – Divergências entre os valores de IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte) entre o que foi informado na Dirf e o que foi declarado pelas pessoas físicas nas DIRPF.
4,3% – Deduções do Imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados e divergência entre os valores declarados de carnê-leão e imposto complementar e os valores efetivamente recolhidos.
Ao realizar consulta às restituições do IR, os contribuintes poderão saber se há alguma pendência em sua declaração que impeça o pagamento da restituição, ou seja, se ele caiu na chamada “malha fina”.
Para saber se está no grupo, os contribuintes também podem acessar o “extrato” do Imposto de Renda no site da Receita Federal, no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).
Para acessar o extrato do IR, é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.
As restituições de declarações que apresentam inconsistência (em situação de malha) são liberadas apenas depois de corrigidas pelo cidadão, ou após o contribuinte apresentar comprovação de que sua declaração está correta.
Leia mais notícias em g1 Paraná.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.