Carreta do programa Mulheres de Peito oferece exames de mamografia gratuitos em Bauru


Iniciativa é voltada para mulheres a partir de 35 anos. Veja como participar. Carreta de mamografia do Programa Mulheres de Peito
Governo do Estado de São Paulo
A carreta-móvel do programa Mulheres de Peito, iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI), oferece exames de mamografia gratuitos a partir desta quarta-feira (22) em Bauru (SP).
A iniciativa, voltada a mulheres a partir de 35 anos, fica na cidade até o dia 2 de dezembro. A carreta da mamografia vem para contribuir com a agilidade do diagnóstico, garantindo o acesso facilitado para mulheres da cidade e região.
Para realizar o exame na carreta do programa Mulheres de Peito, as mulheres de 35 a 49 anos e acima de 70 anos precisam apresentar RG, cartão do SUS e um pedido médico. Já pacientes de 50 a 69 anos podem levar apenas RG e cartão do SUS, sem a necessidade de pedido do médico.
Localizada na Avenida Engenheiro Luiz Edmundo Carrijo Coube, número 1-100 no núcleo residencial presidente Geisel, a carreta atende de segunda a sexta-feira, das 8h à 17h, e aos sábados, das 8h às 12h (exceto feriados), por meio da distribuição de senhas no período da manhã. Serão realizados 50 exames nos dias da semana e 25 aos sábados.
Carreta da Mamografia
As imagens capturadas nos mamógrafos são encaminhadas para o Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (SEDI), serviço da Secretaria que emite laudos à distância, localizado na capital paulista.
O resultado sai em até dois dias após a realização do exame. A carreta do programa Mulheres de Peito percorre os municípios do estado de São Paulo ininterruptamente, para incentivar mulheres a realizar exames de mamografia gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde), ampliando o acesso da população à atenção básica em saúde.
A unidade móvel conta com uma equipe multidisciplinar composta por técnicos em radiologia e um agente administrativo. Para agilizar o diagnóstico, cada veículo é equipado com conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, computadores e mobiliários.
O projeto existe desde 2014, e as carretas já percorreram mais de 300 locais. No total, já foram realizadas cerca de 230 mil mamografias, 7 mil ultrassons, 700 biópsias, e mais de 2 mil mulheres foram encaminhadas para exames complementares ou início do tratamento oncológico em unidades estaduais especializadas.
Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília
Confira mais notícias do centro-oeste paulista:
Adicionar aos favoritos o Link permanente.