Suzano abre inscrições para 400 bolsas em programa de qualificação profissional nesta segunda-feira


Iniciativa é voltada para desempregados há pelo menos um ano e garantirá cota para pessoas com deficiência e mulheres vítimas de violência. Programa de qualificação profissional oferece 400 vagas para bolsistas
Wanderley Costa/Secop Suzano
Suzano abre nesta segunda-feira (8), as inscrições para 400 bolsas no Programa Municipal de Qualificação Profissional e Alfabetização. A ação é voltada a pessoas de 18 a 59 anos que estão desempregadas há pelo menos um ano. Os interessados podem se cadastrar até 20 de dezembro pelo site do programa.
Do total de oportunidades, 12 serão reservadas para pessoas com deficiência (PCDs) e outras 20 para mulheres vítimas de violência.
Quem ingressar no programa irá participar de atividades práticas e cursos de capacitação, cumprindo uma jornada semanal de 30 horas, durante um ano, podendo ser prorrogável por mais um. Durante o período, será concedida uma bolsa mensal de R$ 1.320 e vale-transporte.
✅ Clique para seguir o canal do g1 Mogi das Cruzes e Suzano no WhatsApp
Caso o número de inscritos supere a quantidade de vagas, a preferência para participação no programa será definida mediante aplicação dos seguintes critérios, pela ordem: menor renda per capita, que é resultado da divisão da renda familiar pelo número de membros da família; mulheres arrimo de família; maior tempo de desemprego; e mais idade.
Nas ocasiões em que o candidato não tiver registro em carteira para comprovação do tempo de desemprego será considerada a data de emissão do documento.
Segundo a Prefeitura de Suzano, os beneficiários do programa terão capacitação ocupacional e cidadania junto aos órgãos da administração direta e indireta.
Todos estarão sujeitos à avaliação sistemática e controle periódico, sendo condição para o recebimento do benefício a assiduidade nas atividades com 95% de frequência. Mas é importante frisar que a concessão das bolsas não representa vínculo empregatício com a Prefeitura de Suzano.
A iniciativa pretende atingir nove objetivos específicos: capacitar pessoas para ampliar suas possibilidades de emprego; reinserir pessoas no mercado de trabalho por meio de cursos de capacitação; diminuir o desemprego pela qualificação; estimular autoestima; gerar inclusão social; proporcionar o poder de compra; zelar pelo patrimônio público; conscientizar sobre a conservação do patrimônio; e reduzir as diferenças sociais.
Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê
Adicionar aos favoritos o Link permanente.