Homem mata ex-namorada grávida por não querer filho negro, diz polícia do AM

homem-mata-ex-namorada-gravida-por-nao-querer-filho-negro,-diz-policia-do-am

A Polícia Civil do Amazonas prendeu, nesta terça-feira (21), Victor de Souza Rocha, de 21 anos, suspeito de matar a ex-namorada, Karine Sevalho Lima, de 19. A vítima, morta em 2022, estava grávida de sete meses do suspeito, diz a investigação.

Victor de Souza Rocha, de 21 anos, foi preso e disse que matou por não querer filho negro

Victor de Souza Rocha, de 21 anos, foi preso e disse que matou por não querer filho negro – Foto: REPRODUÇÃO/ND

A prisão ocorreu no bairro Cidade Nova, zona norte. Segundo o delegado Ricardo Cunha, a vítima e o autor eram namorados e, ao descobrir a gravidez, o indivíduo começou a importunar a jovem, que era negra, para que ela fizesse um aborto por ele não querer um filho negro.

Suspeito revelou a amigos que não queria ter filho negro

A investigação aponta que o suspeito “teria deixado claro para todos os amigos dela que jamais teria um filho com características negras”. O crime teria ocorrido em maio de 2022.

“No dia do crime, Karine teria ido encontro ao Victor, para informar que sua família tinha conhecimento de que ele seria o genitor do bebê e afirmar que não iria realizar o aborto. As investigações apontam que, neste momento, eles tiveram um desentendimento em razão do autor não ter aceitado o posicionamento da vítima, o que o levou a tirar a vida da gestante”, afirmou o delegado.

O corpo de Karina foi encontrado no dia 26 de maio de 2022, com o rosto desfigurado, sinais de agressões e torturas, além de perfurações de arma branca pela região de todo o corpo.

Além de feminicídio, a Polícia Civil agora passa a investigar o suspeito pelo crime de racismo. A defesa de Victor não foi localizada.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.