Garçom assassinado a tiros em Teresina respondia a crimes de estupro e furto, diz delegado


O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga se os casos tem relação com o crime. Garçom é morto a tiros em frente a trailer na Zona Norte de Teresina
Reprodução
O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) identificou durante as investigações sobre o assassinato do garçom Osmar Monteiro, dois processos criminais contra ele. O homem foi morto a tiros no último sábado (18), em frente ao trailer em que trabalhava, na Zona Norte de Teresina.
Segundo o delegado Genival Vilela, do DHPP, a vítima possui um processo por estupro registrado em 2013 e um por furto qualificado, em 2019.
“Esses dois casos foram registrados há um bom tempo, mas estamos investigando se há alguma relação com o crime que resultou na morte dele. Além disso, estamos investigando se há outra ocorrência mais recente”, explicou o delegado.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
O crime
O garçom Osmar Monteiro foi morto a tiros, na madrugada de sábado (18), em frente ao trailer onde trabalhava no bairro São Joaquim, Zona Norte de Teresina.
Segundo a Polícia Militar, um ciclista se aproximou do estabelecimento e atirou em direção à vítima, que faleceu no local.
Após atirar no garçom, o criminoso fugiu e até o momento não foi identificado. O corpo da vítima foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML).
*Estagiária sob a supervisão de Maria Romero
📲 Confira as últimas notícias do g1 Piauí
📲 Acompanhe o g1 Piauí no Facebook, no Instagram e no Twitter
VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube
.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.