Cessar-fogo: Libertação de reféns do Hamas já tem horário definido após trégua com Israel

cessar-fogo:-libertacao-de-refens-do-hamas-ja-tem-horario-definido-apos-tregua-com-israel

Segundo o relato de um oficial do alto escalão israelense para a emissora de TV estatal do país, a Kan 11, o Governo de Israel enfim chegou a um acordo com o Hamas para a libertação de 50 reféns na Faixa de Gaza.

Israel e Hamas fazem acordo temporário de cessar-fogo para libertar reféns

Israel e Hamas fazem acordo temporário de cessar-fogo  – Foto: AFP/Divulgação/ND

O acordo para a troca de reféns e prisioneiros palestinos já tem um horário definido para ser cumprido: das 10h às 16h (das 5h às 10h, no horário de Brasília), durante os próximos cinco dias, começando nesta quinta-feira (22).

Libertação de reféns: o acordo

O acordo aprovado pelo governo de Israel, inclui a libertação de pelo menos 50 crianças, mulheres e idosas que estão sob posse dos terroristas na Faixa de Gaza.

O Hamas recebe em troca 300 prisioneiros palestinos e uma pausa nas hostilidades por quatro dias, com um dia adicional para cada grupo de dez pessoas sequestradas, totalizando, inicialmente, cinco dias.

Os sequestrados a serem soltos são 30 crianças, 8 mães e 12 idosas, enquanto do lado palestino os 300 prisioneiros serão pessoas que já foram acusadas de diversos crimes, como atentado contra policiais, fabricação de bombas e até de atirar pedras em forças israelenses.

Na reunião os ministros israelenses foram informados que os reféns serão entregues pelos terroristas para a Cruz Vermelha e levados para hospitais no lado israelense da fronteira.

O primeiro cessar-fogo é real, mas temporário

Esse foi o primeiro cessar-fogo no conflito, que foi iniciado no dia 7 de outubro, após ataques terroristas do Hamas e da Jihad Islâmica em solo israelense. Aproximadamente 1.200 pessoas morreram e 240 foram levadas pelos extremistas para Gaza.

Entretanto, as FDI (Forças de Defesa de Israel) já confirmaram que seguirão na guerra contra o Hamas após o período de trégua acabar, guerra esta que só se encerrará quando todos os reféns sejam libertados.

Até o momento, apenas quatro sequestrados foram soltos pelos terroristas: uma mãe e a filha dela (americanas) e duas idosas (israelenses).

*Com informações do portal R7.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.