Cantor preso por manter ‘floresta de maconha’ anuncia volta aos palcos: ‘obrigado a todos os meus aliados’; VÍDEO


Gustavo Fildzz, preso em 2 de agosto suspeito de chefiar um esquema de tráfico de drogas, publicou um vídeo anunciando novo show em Santos (SP) e a volta de um integrante da formação original da banda Aliados Cantor preso por manter ‘floresta de maconha’ anuncia volta aos palcos
O cantor Gustavo Tavares da Mata Barreto, conhecido como Gustavo Fildzz, fez uma postagem nas nas redes sociais depois de ter deixado a cadeia em outubro. Ele foi preso em 2 de agosto por ser suspeito de chefiar um esquema tráfico de drogas. Além de vocalista da banda Aliados, ele é ex-campeão de ginástica olímpica; No vídeo publicado, o artista agradeceu a todos que estiveram ao lado dele no momento de dificuldade e anunciou o retorno da banda Aliados aos palcos.
✅Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
“Tempos de dificuldade eles trazem a reflexão e certamente nos fortalecem […]. Obrigado a todos os meus aliados, vocês são essenciais na minha vida”, disse Fildz.
O cantor publicou o vídeo e uma legenda com diversos trechos de músicas da banda: “O medo do fim não faz mais efeito em mim… Podem tentar me atingir, podem me mandar pra onde for…. Meu escudo vai do céu até o chão”, começa o texto.
Fildz informou que o Aliados vai voltar aos palcos no dia 22 de dezembro, no Beco Santos, que fica no Centro Histórico de Santos. Ele também anunciou a volta do guitarrista Oliver Kivitz, da formação original.
Vocalista Gustavo Fildz informou que a banda Aliados vai voltar aos palcos no dia 22 de dezembro
Reprodução
Fildz solto
O cantor foi solto em Praia Grande, no litoral de São Paulo, após ser preso por tráfico de drogas. Ele é vocalista da banda Aliados e ex-campeão de ginástica olímpica. A Justiça considerou que não há provas suficientes sobre o crime atribuído pela Polícia Civil. Ele responderá em liberdade.
A revogação da prisão preventiva de Fildzz, que ficou detido durante dois meses, foi decidida pelo juiz Vinicius de Toledo Piza Peluso, da 1ª Vara Criminal do Foro de Praia Grande. A decisão também vale para Wagner Rosário Gonçalves, apontado nas investigações como caseiro de dois imóveis do cantor na cidade, onde foram apreendidos mais de 100 pés de maconha.
O magistrado considerou “ausência dos requisitos da prisão”, ou seja, falta de provas dos crimes atribuídos aos suspeitos e também a falta de indícios julgados suficientes para mantê-los detidos. Fildzz e Wagner estavam presos no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande.
Ao g1, à época, o advogado do cantor, Eugênio Malavasi, disse que “a Justiça foi restabelecida” após a decisão. “O juiz revogou a prisão preventiva por entender [que estavam] ausentes os fundamentos da custódia cautelar. Agora, o Gustavo responderá em liberdade a ação penal”.
A reportagem não localizou a defesa de Wagner Rosário Gonçalves, o caseiro dos imóveis onde foram apreendidos os pés de maconha, até a última atualização desta reportagem.
Gustavo Fildzz foi preso em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico
Reprodução/Instagram, Nina Barbosa/TV Tribuna e Divulgação/Polícia Civil
Leia também:
O que se sabe sobre a prisão do cantor e ex-atleta suspeito de chefiar tráfico de drogas
Vídeo mostra cantor sendo acordado por policiais durante prisão: ‘Tão ficando louco, meu?’
Saiba quem é o cantor preso suspeito de chefiar esquema de tráfico de drogas
Músicos da banda Aliados se manifestam após prisão do vocalista: ‘surpresos com os fatos’
Investigações
De acordo com o delegado Fabiano Barbeiro, responsável pelo caso, foram três meses de investigação até o cumprimento dos mandados de busca e apreensão. Para chegar aos suspeitos, a polícia usou técnicas investigativas, principalmente de monitoramento e campanas nos endereços investigados.
Neste cenário, Fildzz foi visto mais de uma vez nos locais. “Ele [Fildzz] é o responsável, o grande articulador desse esquema, então por conta disso está sendo autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico”, explicou o delegado da Deic.
Vídeo mostra plantações de maconha em casa de cantor, em Praia Grande (SP)
Barbeiro diz que se surpreendeu com a ligação do músico com os crimes. “Uma grande decepção. É uma pessoa que tem uma expressão na região muito forte, até mesmo nacional. Tem talento e uma série de atributos pessoais, inclusive é um formador de opiniões”, afirmou.
A prisão
Cantor Gustavo Fildzz, da banda Aliados, acordou assustado com policiais no quarto ao ser preso
Reprodução
Um vídeo obtido pelo g1 mostrou o vocalista da banda Aliados sendo acordado por policiais e preso em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico em Santos. Nas imagens, os agentes aparecem entrando armados e com lanternas no quarto do músico, que acorda assustado (veja o vídeo abaixo).
– “Levanta aí. Polícia, Fildzz”, disse um dos agentes, enquanto entrava no quarto.
– “Tão ficando louco, meu? Quem é? Quem é?”, perguntou o cantor, acordando assustado.
– “Oh, amigo. Pelo amor de Deus”, complementou o músico.
Imagens obtidas pelo g1 no dia da prisão mostraram os cômodos das casas com revestimentos próprios para o cultivo da planta cannabis, bem como equipamentos de iluminação e produtos químicos.
De acordo com a Polícia Civil, Fildzz alegou que a maconha era para consumo próprio, inclusive sob prescrição médica. No entanto, em cada endereço, havia mais de 50 pés, além de brotos e plantas em crescimento.
Vídeo mostra cantor sendo acordado por policiais durante prisão no litoral de SP
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos
Adicionar aos favoritos o Link permanente.