Asilo que alagou em outubro espera há mais de um ano receber dinheiro aprovado para reforma


Conselho Municipal do Idoso aprovou recurso de R$ 218,7 mil em setembro de 2022. Em outubro de 2023, Asilo São Vicente de Paulo teve destelhamentos em duas tempestades. 105 idosos moram no local. Asilo que alagou em outubro espera há mais de um ano receber dinheiro aprovado para reform
O Asilo São Vicente de Paulo de Ponta Grossa, Campos Gerais do Paraná, aguarda há mais de um ano a liberação de um recurso municipal de R$ 218,7 mil para a reforma do telhado.
Sem as obras de melhoria, o local, que atende 105 idosos, sofreu diversos danos – incluindo destelhamentos e alagamentos – em duas tempestades que aconteceram no mês de outubro de 2023. Veja imagens acima e relembre abaixo.
A verba pertence ao Fundo Municipal do Idoso e foi aprovada pelo conselho municipal em 23 de setembro de 2022.
Até a publicação desta reportagem, o processo para a liberação do dinheiro ainda tramitava internamente na prefeitura de Ponta Grossa.
✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp
✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram
Armando Madalosso Vieira é coordenador financeiro do Conselho Municipal do Idoso e explica que o órgão é autônomo e decide a destinação do fundo. Porém, por ser municipal, o recurso fica em conta pública e deve ser liberado pela prefeitura.
De acordo com a prefeitura, o trâmite para liberação do recurso aprovado pelo fundo segue o Marco Regulatório das Organizações Sociais, uma lei federal, e instruções internas da Controladoria-Geral do Município. Por isso, o prazo até a liberação do dinheiro pode variar conforme a documentação e situação fiscal de cada entidade, explica o Município.
Tatyana Belo, secretária municipal da Família e Desenvolvimento Social, afirma que no caso do asilo a demora se dá devido às várias etapas burocráticas exigidas na legislação.
Outro motivo para o atraso foram mudanças internas feitas no setor de engenharia da prefeitura para a padronização dos projetos que necessitam dos pareceres de engenheiros, diz ela.
Tatyana garante que o trâmite para a liberação de recursos para a reforma do telhado do asilo agora está nas últimas etapas.
“Já vai para empenho e acredito que mais ou menos daqui 15 a 20 dias a gente já consegue fazer o pagamento para o asilo”, promete.
Asilo São Vicente de Paulo, de Ponta Grossa (PR)
Valdecir Galvan/RPC
Leia também:
Investigação: Operação mira falsos advogados que aplicavam golpes no Paraná e outros estados
Jogo do Tigrinho: Veja quem são os influenciadores de Curitiba e região investigados por golpes
VÍDEO: PM e pai de jovem denunciado por racismo dá voz de prisão para mãe de aluna que fez acusação
Asilo sofreu com destelhamentos e alagamentos
Asilo São Vicente de Paulo sofreu com destelhamentos em outubro de 2023
Valdecir Galvan/RPC
Em outubro de 2023 o Asilo São Vicente de Paula sofreu com as tempestades dos dias 12 e 26.Telhas se soltaram, o forro caiu e quartos ficaram alagados.
Idosos tiveram que ser realojados no salão social da instituição. Segundo a coordenação do local, nenhum ficou ferido.
Parte do forro da igreja caiu e o estoque e a farmácia do asilo também sofreram danos.
“O asilo tá no caminho de completar cem anos de serviço. Alguns blocos já têm quarenta anos, cinquenta anos de construção, então claro que esse temporal evidenciou vários problemas que a gente precisa dar atenção”, afirma a presidente da instituição, Marcia Elaine Meller Schmidt.
Segundo ela, nas últimas semanas R$ 30 mil foram gastos para os reparos.
“E isso com a ajuda da comunidade, porque o asilo não tinha essa reserva pra fazer esses reparos. […] Mas o principal foi reconstruído e a gente continua se organizando pra fazer uma grande obra. Hoje já podemos dar o conforto e os idosos podem cada um estar no seu quarto, no seu no seu cantinho”, comenta.
Asilo em Ponta Grossa espera dinheiro para arrumar telhado há um ano
Vídeos mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias da região em g1 Campos Gerais e Sul.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.