‘A senhora tá esperta’, diz falso atendente para repórter ao tentar aplicar golpe do 0800; veja VÍDEO


Falsa central de atendimento se passa por bancos para tirar dinheiro das vítimas; veja como o golpe funciona na prática. ‘A senhora tá esperta’, diz falso atendente para repórter ao tentar aplicar ‘golpe do 0800’
O Profissão Repórter desta terça-feira (21) mostrou como quadrilhas estão cada vez mais diversificando golpes que causam prejuízo financeiro em suas vítimas. Em um deles, a polícia investigou uma quadrilha que possuía uma central telefônica falsa para tirar dinheiro das vítimas.
Os criminosos enviam mensagens de texto para as pessoas dizendo que uma compra foi aprovada no cartão dela e que é preciso entrar em contato com um número 0800 para contestar.
Golpe do 0800
Reprodução/TV Globo
Em São Paulo, os repórteres Sara Pavani e Fernando Grolla retornaram para uma dessas centrais e o bandido atendeu como se fosse de uma central bancária legítima.
“Gerente de contas e cancelamentos, bom dia”, diz o homem do outro lado da linha.
Ao falar que sobre o aviso de compra aprovada, a repórter recebe a resposta do homem dizendo que será feito o reembolso. Para isso, no entanto, ele faz uma série de pedidos. Para que o “estorno” fosse concedido, a vítima teria que fazer um PIX.
“Verifica se o sistema te enviou um código”, diz o golpista.
Por WhatsApp, que usa o logo do banco, é enviado um link e um código. O golpista então, orienta a vítima a fazer uma transação pelo modo “copia e cola”. Segundo ele, a operação é necessária para “mostrar à vítima o nome do golpista que fez a compra indevida”. No entanto, é neste momento que o golpe real acontece.
O homem pede para a repórter agendar um PIX com o saldo da conta. “Está parecendo pra mim que estou pagando R$ 5 mil para Lucas da Silva de Oliveira Lima”, diz a repórter ao golpista.
Quando pode aparecer uma desconfiança por parte da vítima, ele desconversa e diz que vai passar as informações para a Polícia Civil e Federal. Em um determinado momento, o golpista desconfiou dos números aleatórios que a reportagem passou dos valores na conta e desligou.
“A senhora tá esperta, senhora. A senhora tá esperta”, fala o homem antes de desligar.
‘A senhora tá esperta’, diz falso atendente para repórter ao tentar aplicar golpe do 0800
Reprodução/TV Globo
Golpe do aluguel, da maquininha, do 0800, da venda de carro: veja como os bandidos se reinventam para fazer novas vítimas
‘Sofri preconceito da minha própria família’
Mulher diz que foi vítima do golpe da falsa central telefônica.
TV Globo/Reprodução
O golpe da falsa central telefônica, no entanto, tem feito vítimas reais no Brasil. Uma mulher que foi enganada pelos criminosos conversou com o Profissão Repórter, mas não quis se identificar. Ela conta que sente vergonha de ter caído no golpe.
“Eu sofri preconceito da minha própria família. Segundo eles, pessoas esclarecidas não caem nesse golpe, mas depois eu soube muitas pessoas caem, inclusive pessoas que trabalham em banco já caíram”, diz.
Os golpistas são treinados para parecer funcionários do banco. No caso dela, o homem disse que já tinham feito três operações. Ela acabou fazendo um PIX para os golpistas no valor de R$ 7.800 e conta como isso a prejudicou financeiramente.
“Eu não tinha saldo no meu cartão, então eu fiz um empréstimo. Agora pensando, parece ridículo… Mas é muito automático, tu vai fazendo, confia e está naquele estado de medo. Já foi roubado, está no estado de pânico e fala: tem que resolver”, conta.
Mulher foi vítima do golpe da falsa central telefônica.
TV Globo/Reprodução
Policial explica o golpe e a rotatividade do dinheiro
Uma operação da Polícia Civil monitora os criminosos que operam na falsa central de atendimento bancário. Foram identificados 28 golpistas e ao menos 12 vítimas. O investigador Wellington Campos explica como funciona o golpe.
“Sai da conta da vítima e é encaminhado para essa pessoa que se chama ‘conteiro’, que no jargão popular é o laranja ou testa de ferro. Daí esse ‘conteiro’ faz a distribuição desse valor para outras contas. Esse processo é chamado de ‘pulada’, ou seja, é feita uma pulada do dinheiro de uma conta para outra”.
No total, 15 pessoas foram presas e os policiais conseguiram apreender diversos cartões e celulares utilizados nos golpes.
LEIA TAMBÉM:
Novo golpe desvia PIX copia e cola em compras on-line pelo computador; veja como se proteger
WhatsApp clonado: o que fazer se for vítima e como prevenir golpes
Veja a íntegra do programa:
Edição de 21/11/2023 – Bloco 1
Edição de 21/11/2023 – Bloco 2
Confira as últimas reportagens do Profissão Repórter abaixo:
Adicionar aos favoritos o Link permanente.